home selena galeria site créditos

20 de out de 2011

SELENA FALA SOBRE TRABALHO VOLUNTÁRIO E A PERSEGUIÇÃO DOS PAPARAZZIS

Quando Selena esteve em Nova York no mês de Julho, ela concedeu uma entrevista ao The Bellingham Herald, o jornal só divulgou a entrevista agora. Confira abaixo:
Conhecemos a cantora e atriz Selena Gomez quando ela esteve em Manhattan há uns meses atrás.
PERGUNTA: Quais são os altos e baixos de ser uma celebridade?
SELENA: A parte boa é poder conhecer pessoas legais como você. E eu ainda viajo, conheço meus fãs, faço o que amo, o que é muito importante para mim. E parte ruim é que de vez em quando fica meio maluco para mim. E às vezes eu sinto que eu não posso ser normal e as pessoas, como homens mais velhos tentando tirar fotos. É muito estranho. Não gosto dessa parte.
PERGUNTA: Selena, é ótimo saber que você é a embaixatriz mais nova da UNICEF. Você pode nos contar sobre as experiências que teve e o que aprendeu nas viagens?
SELENA: Fazer parte do UNICEF é bom para mim. Eu sinto que posso usar minha voz, minha base e meu público para educá-los sobre os problemas que estão acontecendo ao redor do mundo. Eu pude ir para África, pude descobrir como as famílias moram lá e como elas vêem a vida. Pude conversar com eles, e ver que a vida é muito diferente da nossa e eu acho bom se todos pudessem saber disso.
PERGUNTA: Você pode ficar com sua varinha de “Feiticeiros de Waverly Place”?
SELENA: Sim, e eu coloquei em caixinha que diz “Alex Russo, 2007 até 2011″. Eu tenho ela em minha casa na parede. Foi minha varinha por quase 5 anos, então sempre tenho que ter ela comigo.
PERGUNTA: Você escreve suas próprias músicas?
SELENA: Sim e não. Há algumas músicas que eu escrevi para o CD e algumas que eu não escrevi. E o que é divertido sobre isso, podemos mandar mensagens boas e os produtores que trabalharam nelas já me conhecem, eles escrevem músicas sobre a minha vida. Foi muito bom poder ver como as pessoas vêem minha vida e espero que os fãs possam se identificar com isso.
PERGUNTA: Você tem animais de estimação?
SELENA: Tenho. Tenho cinco cachorros, todos foram resgatados da rua. Encontramos dois em um estacionamento, o outro nosso vizinho se mudou e deixou ele no quintal dos fundos. Foi bem triste. E quando eu filmei “Feiticeiros de Waverly Place: O Filme” vimos um cachorros em Porto Rico. Ele tinha sido atingido por um carro e nós o levamos para o veterinário e depois para nossa casa. Eles são uns amores. Estão todos mimados agora.
PERGUNTA: O que você mais ama quando esta no palco?
SELENA: A conexão com meus fãs. Eu amo poder cantar minhas músicas e ver como eles se sentem sobre aquela música. Como não tem nada mais incrível do que ver uma garotinha dançando sua música ou ouvir elas gritaram mais alto que você. É algo bem poderosos.
PERGUNTA: Você se assiste na TV?
SELENA: Isso é uma coisa curiosa. Quando meu programa (estava) no ar, eu não assistia. Agora que terminou, eu sinto falta. Então agora eu assisto. Porque eu sinto falta de todos. Me sinto culpada.
PERGUNTA: Como é ter os paparazzis te seguindo?
SELENA: Não é muito divertido. Você quer ter sua vida, quer poder andar por aí e fazer o que quiser, não ajuda quando tem alguém na sua frente tentando tirar uma foto. Você fica tipo “Por favor, me deixe sozinha”. É meio chato, não gosto muito. Tento ficar longe disso.
PERGUNTA: Como é estar em tantos programas de TV e filmes?
SELENA: É divertido. Eu amo meu trabalho. Eu amo atar, amo fingir ser alguém e me caracterizar, viajar, conhecer novas pessoas. Eu amo isso. Então eu me divirto.
PERGUNTA: Que tipo de música você gosta?
SELENA: Eu amo todos tipos de música. Eu amo hip hop, rap, country, clássica. Eu gosto de vários tipos de música.
PERGUNTA: Como e quando você começou sua carreira?
SELENA: Eu tinha 7 anos e fiz “Barney”. Eu fiquei lá por duas temporadas. Foi muito divertido. E depois quando eu estava com 11 ou 12 anos, Disney Channel me encontrou e eu fiz vários testes e comerciais. Após fazer alguns programas que não deram certo, entrei em “Feiticeiros de Waverly Place”.
Fonte: The Bellingham Herald

Nenhum comentário:

Postar um comentário